Dell Inspiron 7000 – Parte II: um ano depois…

A minha relação com o Dell Inspiron 7572 continua firme e forte. Até o momento não tive nenhum sinal de defeito, porém como pretendo permanecer com o notebook por pelo menos 5 anos, aproveitei e fiz uma garantia estendida com a Dell. Como ele tem se comportado nestes últimos 14 meses de uso diário? Descubra a seguir.

Read moreDell Inspiron 7000 – Parte II: um ano depois…

Windows 10: Primeiros Passos com o Dell 7572

Três semanas se passaram e tenho gostado bastante do Windows 10, entrando para o meu hall de sistemas favoritos junto ao XP e 7. De qualquer maneira, alguém com décadas de Windows certamente não iria se acostumar sem resgatar algumas coisas clássicas das versões anteriores. A seguir, uma sequência de passos que segui para melhorar … Read moreWindows 10: Primeiros Passos com o Dell 7572

Dell Inspiron 7000 – Parte I: Problemático ou não?

Recentemente adquiri um Inspiron 7572, mas não sem antes pesquisar muito a respeito. Foram meses acompanhando fórums para descobrir quais eventuais problemas poderiam aparecer, entre eles o tal thermal throttle que reduz o processamento da CPU e da GPU para evitar atingir temperaturas mais altas – o terror de todo gamer.

Como minha intenção não é jogar com o novo notebook, mas sim ter uma máquina leve, com tela IPS, capaz de rodar esporadicamente tarefas mais pesadas (como edição e renderização de vídeos), me aventurei com o modelo 7572 e até o momento tenho sido um usuário satisfeito com o computador. A seguir vou debater sobre algumas reclamações que li e vou tentar ajudar quem quiser usufruir o melhor deste notebook, ou quem está na dúvida se compra ou não. As observações valem tanto para os notebooks com Intel da 8ª geração (7472 e 7572) quanto para os anteriores da 7ª geração (7460 e 7560). Vamos começar pelos defeitos relatados, clicando abaixo:

Read moreDell Inspiron 7000 – Parte I: Problemático ou não?

O retorno à Legoland!

Como quase todo garoto que cresceu na década de 80, Lego foi um dos meus brinquedos favoritos e mais desejados. Jamais esquecerei a emoção ao ganhar o helicóptero dos bombeiros, cujas peças atualmente devem estar espalhadas por duas ou três casas onde morei. Após o desencanto natural de um adolescente pelos seus “brinquedos de criança”, é normal que os tenha deixado para trás em uma caixa surrada da Mesbla (lembram dela?).

A questão é que hoje, aos 34 anos, essa chama reacendeu graças a um kit que comprei como um suvenir de viagem. Minhas atenções voltaram para a marca e bateu aquela vontade de construir uma mini-cidade modular – algo bem mini, que caiba no bolso e seja passível de ser desmontada e guardada. Me deparei com um universo bem mais vasto do que há 20 anos, e nas últimas semanas estive pesquisando um bocado a respeito. Abaixo deixo algumas impressões que podem ajudar os que pretendem voltar ao “hobby”, mesmo que temporariamente somente para satisfazer um capricho da infância.

Read moreO retorno à Legoland!