Samsung Galaxy 551 vs Black Piano + Problemas

Update 2: Eis que menos de 6 meses depois precisei enviar o meu Galaxy 551 para a assistência técnica. Mais informações no corpo da matéria.

Minha relação com celulares sempre foi uma das mais simples possíveis: fazer ligações, receber SMS e permitir toques musicais era o suficiente. Por isso mesmo fiquei tanto tempo com o Samsung E256, comprado há uns 5 anos atrás. Pequeno, leve, com uma bateria que ainda dura dias.

A questão é que de repente comecei a me sentir fora da onda tecnológica. Cada vez que ia em algum lugar e via alguém usufruindo das possibilidades do seu smartphone, olhava pro meu E256 e percebia o quão limitado ele era. Foi quando resolvi pesquisar um substituto.

Read moreSamsung Galaxy 551 vs Black Piano + Problemas

LEDs

Você já ouviu isso antes: o papo de que as lâmpadas frias gastam menos que as convencionais incandescentes. Hoje a moda é o LED, que gasta ainda menos, dura mais, e aparentemente também brilha mais. O planeta Terra que me perdoe: eu economizo água, apago as luzes, mas nunca decidi por esse ou por aquele produto baseando-me puramente no gasto de energia elétrica. E cá estou eu me prolongando e desviando do assunto central. A questão é que nessa última semana tive uma experiência absolutamente esclarecedora e gratificante sobre LEDs. Ela envolve os model kits da Bandai descritos nos posts anteriores, então sim, mais uma vez Star Trek e “brinquedos de gente grande” se tornam assuntos nesse blog.

Read moreLEDs

2209wa

A primeira vez em que “investi” em um monitor decente foi em agosto de 2001. Curiosamente foi o investimento mais pesado que fiz na categoria: o Sony Triniton E200 de 17″ custou R$ 2.000 (ou foi 3 mil?) e fazia justiça à sua fama: cores maravilhosas e refresh rates altíssimos. Tudo isso num pacote que … Read more2209wa

Netbook pra que?

A idéia de comprar um “netbook” surgiu quando meu pai encomendou o seu poderoso Dell Studio 17 em dezembro, e numa promoção você comprava junto um Dell Inspiron Mini 9 por apenas U$ 99 (com Linux e SSD de 4 GB). Eu o incrementei com WinXP, SSD de 8 GB, webcam de 1.3 megapixel, bluetooth etc. A utilidade disso eu não sabia dizer (já que nunca tinha feito falta), mas a tentação foi grande diante de tal oportunidade (ainda mais sabendo que no Brasil não teria a mesma chance).

Pai e filho

Cinco meses se passaram e ele se tornou um companheiro. Embora não seja meu sistema principal (dificilmente algum laptop poderá substituir meu desktop), a chave do seu sucesso está justamente na portabilidade. Medindo apenas 23 x 17cm, eu o levo onde quer que eu queira sem levantar suspeitas. Não é tão grande quanto um laptop padrão, porém oferece as mesmas funcionalidades, salvo algumas limitações. Se isto vai te atrapalhar ou não, depende do uso que você pretende fazer. Alguns tópicos:

Read moreNetbook pra que?