Windows 10: Primeiros Passos com o Dell 7572

Três semanas se passaram e tenho gostado bastante do Windows 10, entrando para o meu hall de sistemas favoritos junto ao XP e 7. De qualquer maneira, alguém com décadas de Windows certamente não iria se acostumar sem resgatar algumas coisas clássicas das versões anteriores. A seguir, uma sequência de passos que segui para melhorar a minha experiência de usuário e garantir uma boa viagem junto com o Dell 7572.


  1. Instalação do Classic Shell para habilitar o menu iniciar clássico e usá-lo simultaneamente com o menu do metro (eu tenho a necessidade de ver as pastas dos aplicativos para organizá-las e entender tudo o que está instalado ou não no meu computador).
  2. Desabilitar a Busca do Windows (execute Services.msc, localize o Windows Search, interrompa o procedimento e desligue a inicialização do serviço) e a Indexação de Dados (Propriedades do disco C:, desmarcar opção de “Permitir que os arquivos desta unidade…“), garantindo assim um tempo de vida maior do SSD. Mais dicas aqui e aqui.
  3. Eliminar problemas com o Acesso Rápido. Nos primeiros dias de uso tive um problema com consumo de CPU 100% sempre que clicava nesta pasta, e a solução foi desabilitá-la. Dentro do Explorador de Arquivos, clique com o botão direito na pasta Acesso Rápido e entre em Opções. Depois, desabilite os dois ítens na caixa Privacidade
  4. Customizar o Plano de Energia de maneira que o computador jamais hiberne ou desligue os discos rígidos. Hibernar pode consumir memória virtual (e consequentemente espaço no seu SSD) e desligar o HDD para economizar energia pode tornar a sua vida útil mais curta.
  5. Configurar o Windows Defender como alternativa de antivírus. Sempre me dei bem com o Windows Security Essentials, e seu abandono no Windows 10 me deixou um tanto quanto frustrado. O Windows Defender é seu substituto, mas ainda estou me acostumando a ele. 
  6. Habilitar o aviso de confirmação ao deletar um arquivo. No Windows 8 e 10 se você apertar Delete o arquivo vai direto para a lixeira sem nenhum tipo de confirmação. Para restaurar isso, basta clicar com o botão direito do mouse na lixeira, ir em Propriedades e depois habilitar “Exibir caixa de diálogo de confirmação de exclusão”.

Além destes passos, executo ainda a instalação dos seguintes softwares para auxiliar minha produtividade:

  • Opera, na minha opinião o melhor (e mais subestimado) navegador para web.
  • Speecy, monitor de hardware que mostra de maneira simplificada todas as configurações e especificações do seu computador, provendo a temperatura do seu processador, estado dos seus discos rígidos etc.
  • Reccuva, da mesma desenvolvedora do Speecy e do CCleaner, permite recuperar arquivos que tenham sido excluídos da lixeira ou de qualquer dispositivo móvel (desde que não tenham sido sobrescritos). Funciona mesmo!
  • FileZilla, cliente FTP gratuito para acessar meus sites hospedados.
  • SyncBackFree para manter os backups em drivers externos sincronizados. Desaconselhável para usuários leigos, porém não é assim tão difícil configurar os perfis de backup se você tiver o mínimo de conhecimento. Ainda estou estudando a melhor forma de trabalhar no fluxo desktop – backup – notebook, pois não tenho a pretensão de subir meus arquivos nas nuvens.

Se você chegou até aqui e encontrou utilidade em algum desses passos, peço gentilmente para que participe deixando seu comentário. Até mais.

Leave a Comment