02.24.08

Diário de um plastimodelista amador

Posted in Toys at 2:40 pm by BP

Quando criança eu sempre gostei de brinquedos de montar. Meu favorito era o Lego, e ainda tenho algumas caixas com aqueles inúmeros bloquinhos guardadas em algum lugar do meu “outro quarto”. Uma outra coisa que sempre me fascinou foi o plastimodelismo… de aviões, claro. No Brasil essa mania nunca foi muito difundida, e quando criança eu não possuía a paciência nem know-how para montar os modelos e usar a cola, quanto menos para pintá-los.

A verdade é que mesmo hoje, mais de uma década após a minha primeira tentativa com plastimodelismo, eu não tenho o necessário para aprender essa arte. Também existem empresas que acabam lançando modelos em die-cast já prontos, com qualidade muitas vezes superior ao modelo de plástico. É claro que um modelo que você mesmo montou é algo custom-made e único, porém eu não ligo tanto pra essa questão quando posso ter um die-cast com detalhes que eu nunca iria colocar.

Mas enfim, prossigamos: lá nos EUA eu encontrei em lojas alguns modelos de aeronaves em escala 1:72. São da Revell, Snap Kits já “pintados” na cor e que não requerem muito trabalho. Esses kits são “nivel 1″ e destinam-se as crianças de 8 anos ou mais (ou ainda jovens adultos sem talento para trabalhos manuais). A partir daí eu percebi que não seriam kits com um bom acabamento, mas what the hell, por 10 dólares valia a pena levá-los para colocar ao lado dos meus F14 de mesma escala (review em breve).

Ontem eu montei um dos kits. Como eu imaginei, as peças não são lá muito detalhadas, mesmo assim o resultado é superior a outros “brinquedos” destinados a crianças de 8 anos. As horas destinadas a montar o avião foram divertidas, e senti aquele pinguinho de nostalgia de quando montava meus sets de Lego.

08-02-24-blackbird.jpg

Uma curiosidade que serve de aviso: eu devia imaginar que um kit para crianças não precisaria de um estilete para soltar as peças (basta dobrar um pouco o plástico que elas se destacam), mesmo assim procurei uma lâmina para que pudesse cortá-las do plástico de forma que não deixasse “rebarbas”. Menos de dez minutos depois de ter começado o sangue foi derramado. Um corte bem fundo no dedão que vai me deixar dias sem jogar PSP. BE ADVISED!

2 Comments »

  1. Miyu said,

    February 28, 2008 at 12:59 am

    vai morrer sem jogar o PSP nos 15 minutinhos antes de dormir :P ehehehehe

  2. BP’s Tears In Rain » Diário de um plastimodelista amador #2 said,

    August 2, 2010 at 11:37 pm

    [...] já disse antes que não esse negócio de plastimodelismo não é comigo, mas eu simplesmente não resisti ao [...]

Leave a Comment