Hypertexting

Era um dia normal. Visitei o blog do Wedge, vi sobre uma video-retrospectiva dos jogos de Star Wars no Game Trailers. Assisti o video e notei a música que estava tocando ao fundo: uma versão disco do tema de Star Wars (groove it baby!). Essa versão a gente tem em um LP antigo (uma coletânea de temas de cinema) que está na casa de algum familiar. Eu já era doido para pegar essa música em cd/mp3, porém até o advento de certas ferramentas e sites era muito difícil conseguir saber sobre músicas específicas e raras. Entrei no You Tube, pesquisei “Star Wars Disco” e acabei descobrindo que quem faz a versão é um cara chamado Meco. Na Wikipedia encontrei mais informações sobre o artista. Entrei no Amazon, procurei o CD para comprar mas o “The Best Of” está em falta. Fui ao Google, digitei “The Best of Meco + Rapidshare” e encontrei um link para download. Voltei para o Game Trailers e assisti a uma retrospectiva especial da série Metroid com mais de 1h de duração (boas e inesquecíveis lembranças, by the way). A partir daí consultei mais uma vez o Google em busca de imagens de Samus Aran. Descobri uma jovem pseudo modelo brasileira, que em um forum gringo foi colocada lado a lado com uma imagem da Samus pela semelhança. Mais um pouco de pesquisa e eu descubro que ela já saiu em alguma página da Playboy, tem algumas fotos no Flickr e ficou famosa ao “ficar” com um dos integrantes do RBD durante a breve passagem do grupo pelo Brasil.

Definitivamente, o hypertexto é futuro da informação. Eu poderia ter parado de citar minhas descobertas após a restropectiva de Metroid, que encerrou o dia produtivo, mas foi muito interessante ver os novos caminhos que uma nova pesquisa me mostrou. Em algumas horas descobri mais do que me seria possível há 10 anos atrás. Está tudo aí, exposto, esperando para ser encontrado. Deus abençoe a Internet.

2 thoughts on “Hypertexting

Leave a Comment